CREFITO-3:8516-SP
CREF-4: 000761 - PJ/SP
11 5542-3949 / 5542-1308
WhatsApp: 11 98648-3225
Rua Constantino de Sousa, 564 Campo Belo - São Paulo
Seg à sexta 7h as 22h | Sab 8h às 13h
FacebookFacebookYou Tube

Saga Natação

Menu
Menu

13/08/2010 - Idoso que faz dieta sem exercício perde massa muscular, diz pesquisa

Uma dieta com restrição calórica não é suficiente para manter a boa saúde de idosos acima do peso, de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Pittsburgh e publicada no "Journal of Applied Physiology" neste mês.

Os pesquisadores constataram que idosos que diminuem a ingestão de alimentos sem fazer exercícios perdem mais massa magra.

Durante quatro meses, foram avaliadas 64 pessoas entre 60 e 75 anos de idade que eram obesas ou tinham sobrepeso, divididas em grupos que aliaram dieta a exercícios, que só controlaram a alimentação e que apenas praticaram atividades físicas. "Vimos que os idosos que perderam peso sem praticar exercícios não aumentaram a habilidade de queimar gorduras em comparação com os que também fizeram exercícios", disse à Folha Francesca Amati, líder da pesquisa.

Os resultados também mostraram que os idosos que só fizeram dieta tiveram diminuição de peso resultante da perda de gordura e de massa magra. Já os que combinaram dieta com exercício perderam basicamente gordura.

A partir dos 40 anos de idade, o organismo tende a trocar massa muscular por tecido adiposo, intensificando essa troca depois dos 60 anos, explica Carlos André Freitas dos Santos, coordenador do Ambulatório de Promoção da Saúde da disciplina de geriatria e gerontologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).
A perda dos músculos pode trazer problemas de locomoção. "Não é raro ver idosos com mais de 80 anos sem doenças graves terem limitações de mobilidade, não conseguirem preparar refeições ou se levantarem da cama simplesmente por serem sedentários", diz.

A melhor forma de driblar a diminuição natural da musculatura é praticar exercícios de resistência, como a musculação e o pilates, por exemplo. Combinados a um exercício aeróbico no mínimo três vezes por semana, auxiliam na formação de massa muscular e trazem impacto positivo na prevenção de osteoporose, problemas de memória, concentração e atenção e transtornos psicológicos.

Antes de começar a se exercitar, no entanto, o idoso deve procurar um médico para uma avaliação clínica --qualquer especialista que conheça as particularidades dessa faixa etária pode ajudar.

Quanto à dieta alimentar, Santos explica que há variações caso a caso, mas que é possível perder peso apenas adquirindo hábitos saudáveis. Fracionar a alimentação em cinco refeições diárias, consumir no mínimo seis porções de vegetais por dia, evitar guloseimas e embutidos e não ingerir comidas pesadas à noite já ajudam.

"Observo que idosos com sobrepeso possuem maus hábitos alimentares e, com pequenas mudanças na alimentação, conseguem ajustar o peso", afirma Santos


JULLIANE SILVEIRA
da Folha de S.Paulo

:: Voltar

11 5542-3949 / 5542-1308
Rua Constantino de Sousa, 564 Campo Belo - São Paulo
FacebookFacebookYou Tube